Anderson Silva lamenta prisão de Jon Jones: “Meu irmão mais novo”

- Publicidade -

Ex-campeão mundial dos pesos-meio-pesados e lenda do MMA, Jon Jones foi novamente preso nos últimos dias acusado de violência doméstica. Portanto, em entrevista ao “The MMA Hour” nada mais, nada menos que Anderson Silva deu entrevista e lamentou o ocorrido, novamente, com o ex-campeão. Na entrevista, o Spider se referiu a Jones como um “irmão mais novo.”

“Eu não sei o que aconteceu com o Jon Jones, mas eu fico muito triste porque ele é como se fosse um irmão mais novo pra mim, eu sinto isso nele. Eu converso com meu empresário e sempre digo isso a ele: o Jon Jones não precisa dessas coisas, ele é uma pessoa maravilhosa, é incrível. Eu me sinto muito triste com isso, é difícil falar sobre Jones, sabe ?”, afirmou Anderson Silva ao The MMA Hour.

Na última sexta-feira, Jon Jones foi novamente preso, dessa vez em Las Vegas, horas após ser introduzido no Hall da Fama do UFC por sua luta contra Alexander Gustafsson. Jones foi acusado de violência doméstica, lesão corporal e violação de veículo. No entanto, pagou fiança pouco depois e foi liberado. O atleta está se preparando para lutar em 2022, porém, está com o futuro indefinido após o ocorrido.

Leia mais: Valentina Shevchenko quer trilogia com Amanda Nunes

Carreira de Jon Jones

Polêmico e popular, Jonathan Jones dispensa apresentações. Assim, aos 33 anos, o lutador está na ponta nos debates sobre os maiores de todos os tempos. Cada vez mais insatisfeito nos meio-pesados, o atleta abandonou o cinturão da categoria para migrar para o peso-pesado. Assim, o último combate de Jones foi a polêmica vitória em cima de Dominick Reyes, onde muitos viram vitória do adversário.

Além disso, o lutador teve negado seu pedido por um grana alta. Assim, Jones pediu cerca de 20 milhões para enfrentar o atual campeão peso-pesado, o camaronês Francis Ngannou. No entanto, foi prontamente recusado por Dana White. O cartel de Jon Jones é de 26 vitórias e 1 derrota.

Carreira de Anderson Silva

Aos 46 anos, não se sabe se Anderson Silva seguirá no MMA, devido ao sucesso recente no boxe, quando bateu o pugilista ex-campeão mundial Júlio Cesar Chaves Jr e Tito Ortiz. Portanto, em sua carreira no MMA, o atleta dispensa apresentações. Ex-campeão dos médios e com uma sequência que até hoje ninguém bateu, com 17 vitórias consecutivas e 10 defesas de cinturão. Em 2020, Anderson Silva foi nocauteado por Uriah Hall e se despediu do UFC.